47 3363 5696 | 47 997087711(whatsapp) hugodalazoana@hotmail.com

Por que extrair o dente siso? Confira 4 razões

O dente siso pode se tornar um grande problema para algumas pessoas. Em muitos casos ele nasce desalinhado com a arcada dentária, provocando danos à saúde bucal. Isso faz com que a sua remoção seja necessária.

Esse é a realidade de grande parte da população, já que a retirada desse dente se tornou algo muito comum nas clínicas de odontologia.

Apesar do incômodo que ele pode causar, geralmente as pessoas desconhecem o real motivo da sua extração, além do desconforto. É por isso que hoje vamos mostrar algumas das principais razões para a retirada do dente siso. Confira!

O que é dente siso e por que extraí-lo?

Antes de saber os motivos que levam um paciente a remover o dente siso, é importante conhecer um pouco mais sobre ele. Eles são o terceiro e último conjunto de molares, e costumam nascer após os 16 anos de idade.

Normalmente aparecem nos 4 cantos da boca, sendo 2 dentes na parte superior e 2 dentes na zona inferior.

A remoção do siso depende muito de cada caso. Confira o vídeo da Dra. Carla Salvi a respeito do que acontece se não removermos o dente siso.

Contudo, existem alguns motivos principais que levam o paciente a retirar esses dentes. Conheça 4 razões:

1. Falta de espaço interno da boca

Uma das principais razões para a retirada do siso é a falta de espaço. Isso pode ser observado quando o dente começa a nascer, mas não consegue romper a linha da gengiva.

A ausência de espaço impede o desenvolvimento do siso, atrapalhando o alinhamento dos dentes e causando diversos problemas na boca.

2. Erupção anormal

Quando falamos de erupção anormal, queremos ressaltar que o siso pode nascer em uma posição distinta da que deveria ser. Essa formação costuma interferir diretamente na saúde de toda arcada dentária, provocando deformação dos outros dentes.

Além disso, pode ocorrer abertura da gengiva, facilitando a presença de bactérias.

3. Alteração no alinhamento maxilar e dentário

Por causa da ausência de espaço interno da boca, esses dentes podem empurrar os demais, causando um sério desalinhamento dos outros dentes. Isso causa danos nos nervos que estão presentes na boca e nos maxilares.

É muito comum o uso de aparelhos odontológicos e outros tratamentos para consertar o estrago que o siso pode provocar.

4. Má higienização do local

Devido a região onde o dente siso nasce, a limpeza se torna complicada. Dessa forma, a higienização passa a ser ineficiente, dando abertura para o surgimento de cáries e gengivite.

Além disso, quando o siso está parcialmente incluso acumula resíduos alimentares que se tornam difíceis de serem retirados, ocasionando pericoronarite (inflamação e mau hálito). Em situações mais graves alguns pacientes podem apresentar infecção severa, dor e febre.

Apesar de o dente siso fazer parte da natureza humana, sua remoção pode trazer alívio para quem sofre com eles, mas para isso é fundamental superar o medo do dentista e procurar uma clínica que possa fazer a avaliação detalhada e o procedimento adequado.

Gostou do nosso conteúdo? Que tal levar as informações certas sobre a extração do siso aos seus amigos? Compartilhe nosso artigo em suas redes sociais!

 

Author Info

Saimon Disner

Sem comentários

Enviar um comentário